GBL@user@2019 15 de fevereiro de 2019

O ex-deputado federal, radialista e dono da Rádio Vida Fm, pastor Carlos Apolinário morreu na madrugada desta sexta-feira (15) na capital do Estado aos 66 anos. Ele lutava contra um câncer desde fevereiro de 2017.

Ele está sendo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo. O enterro será às 16h no Cemitério Morumbi.

Formado em Direito, foi empresário e político na cidade de São Paulo. Começou a trabalhar aos 14 anos de idade como auxiliar de torneiro mecânico. Passou três anos na metalurgia, até iniciar uma carreira como vendedor de carteiras plásticas, aos dezessete anos. Um ano mais tarde Apolinário abriu uma empresa de produtos plásticos.

Em 1982 foi eleito deputado estadual pela primeira vez, aos 29 anos de idade. Foi reeleito por mais dois mandatos consecutivos, (1987/1991 e 1991/1995) pelo PMDB.

Na Assembléia Legislativa foi membro das comissões de Transporte e Comunicação, de Promoção Social e Administração Pública.

Em seu último mandato como deputado estadual, no biênio 1991/1993, foi presidente da Assembléia Legislativa e assumiu o Governo de São Paulo interinamente entre 8 e 18 de maio de 1992.

Apolinário foi deputado estadual por três mandatos consecutivos, de 1983 até 1994, quando se elegeu deputado federal. Foi relator da Lei Eleitoral e vice-presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicação.Em 2000, foi para a Câmara Municipal da capital paulista e reeleito nos pleitos de 2004 e 2008. Foi candidato a governador de São Paulo em 2006 pelo PDT.

Carlos Alberto Eugênio Apolinário era evangélico desde a sua infância e pertencia a Igreja Assembleia de Deus do Ministério de Madureira no Brás em São Paulo. Era casado com Dalva Apolinário, tinha dois filhos, Carlos Apolinário Júnior, Cláudio Apolinário e era avô de três netos.

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*