GBL@user@2019 5 de fevereiro de 2019

Uma médica cubana foi morta com golpes de chave de fenda pelo marido brasileiro na tarde deste domingo (3) em Mauá, no ABC Paulista.

O assassinato teria ocorrido após discussão do casal na residência onde morava, na Rua Francisco Inhesta Spinosa, no Jardim Olinda.

Segundo informações do boletim de ocorrência do crime, familiares de Laidys acionaram a Polícia Militar para avisar que o vigia Dailton Gonçalves Ferreira, de 45 anos, havia matado a mulher com golpes de chave de fenda e fugido no carro dele.

Ele foi localizado através do Projeto Radar, que identifica placas de veículos por meio de câmeras de radares. Dailton ao ser abordado confessou o crime e levou os policiais militares aonde tinha enterrado o corpo da sua mulher. Dentro do carro havia manchas de sangue. Na residência do casal foi apreendido a chave de fenda usada para matar a médica.

O vigilante foi preso em flagrante e levado ao 1° Distrito Policial de Mauá, onde foi indiciado por homicídio qualificado, com agravantes de feminicídio e ocultação de cadáver.   

Laidys Sosa Ulloa Gonçalves tinha 37 anos era médica e fazia parte do Programa Mais Médicos.

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*