GBL@user@2019 23 de janeiro de 2019

Morreu nesta quarta-feira (23) no Rio o ator Caio Junqueira. Ele estava internado no Hospital Miguel Couto desde o dia 16 depois de ter sofrido um grave acidente de carro no Aterro do Flamengo.

Caio estava sozinho enquanto dirigia pela região, quando perdeu o controle do carro, subiu o meio-fio, bateu em uma árvore e capotou. Ele ficou preso dentro do veículo, desacordado. O artista teve duas fraturas expostas, e foi levado para o Hospital Miguel Couto onde seria operado hoje, mas os médicos decidiram esperar um pouco.

Na terça, o ator apresentou uma melhora em seu estado de saúde. A febre baixou e os drenos dos pulmões chegaram a ser retirados. Chegou a passar por cirurgias, mas não resistiu.

Caio Junqueira era filho do ator Fábio Junqueira (1956/2008) e irmão de Jonas Torres, popularmente conhecido pelo Bacana da série “Armação ilimitada” (1985/1988). Aos 9 anos, Caio começou sua carreira artística na série “Tamanho família” (1985/1986), da extinta TV Manchete.

Ele estreou na Globo em 1990. No mesmo ano, fez a minissérie “Desejo” e a novela “Barriga de Aluguel”. Em 1994, fez sua segunda trama: “A Viagem”. Em seguida, participou das séries “Engraçadinha” (1995), “Hilda Furacão” (1998) e “Chiquinha Gonzaga” (1999).

Ainda na Globo, Caio fez a novela “O Clone” (2001) e a minissérie “Um Só Coração” (2004). Em 2005, Caio foi contratado pela Record para o remake de “Escrava Isaura”. Por lá foi protagonista de “Ribeirão do Tempo” (2010) e atuou em tramas bíblicas como “José do Egito” (2013) e “Milagres de Jesus” (2014).

No cinema, Caio fez “O Que é Isso Companheiro” (1997), “Central do Brasil” (1998), “Abril Despedaçado” (2001), “Zuzu Angel” (2006) e “Tropa de Elite” (2007), interpretando o policial Neto. No teatro, Junqueira atuou em  “Os Justos” (2005) e “Hamlet” (2008).

Em 2016 participou da série “1 Contra todos” da Fox e em 2018 fez o papel do Ricky na série ” O Mecanismo”, de José Padilha, disponível na Netflix.

O corpo do ator Caio Junqueira será enterrado no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, às 10h30 da próxima quinta-feira. A família decidiu esperar o irmão do artista, o também ator Jonas Torres, retornar dos EUA para dar início ao velório conforme informou o ator Flávio Rocha, amigo de Caio.

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*