GBL@user@2019 23 de janeiro de 2019

Dois brasileiros que escalavam no Monte Fitz Roy na Argentina estão desaparecidos desde o último dia (19) no Parque Nacional Los Glaciares, na região da Patagônia na divisa com o Chile.

Desde segunda-feira (21), uma equipe de resgate formada por socorristas do parque e voluntários fazem buscas pelos desaparecidos.

Os desaparecidos são o capixaba Fabrício Amaral, de 42 anos, e o mineiro Leandro Lanotta. De acordo com a irmã de Fabrício, Luciana Amaral, o último contato com a família e com os amigos foi no dia 15 de janeiro, um dia antes de começarem a escalada do pico. A dupla deveria ter retornado da trilha no último domingo (20), mas eles não voltaram e nem fizeram contato com conhecidos até a tarde desta terça-feira (22).

Um escalador amigo de Ianotta, conta que chegar ao topo da pedra é um divisor na vida de quem pratica o esporte. Segundo ele, o colega tem preparação física e técnica para cumprir o desafio.

— Quando você consegue escalar o monte, você entra no hall das pessoas que já fizeram o Fitz Roy. O mais difícil lá é o tempo. Não são muitas pessoas que conseguem subir.

O Ministério das Relações Exteriores foi procurado sobre o caso, mas até a publicação não passou informações a respeito das buscas pelos brasileiros.

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*